quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Doce de Tomate com flor de Aniz - e a importância dele na minha vida



O que dizer sobre o Doce de Tomate???

É um doce que cresceu comigo, a par da Marmelada, era o que a minha avó Suzete fazia após terminarem as searas do tomate.
Eu estava de férias no Ribatejo, na altura as aulas só iniciavam em Outubro, portanto ainda tinha muitos dias de férias pela frente, entre banhos no tanque, cozer o pão no forno aos sábados bem cedo, dar mergulhos no rio Tejo e dormir umas belas sestas na casa da árvore (será que ainda existe??). Com tudo isto, assim que o tractor chegava à porta da serventia da casa carregado de tomate, eu sabia que íamos ter doce de tomate!!

Bons tempos, muito bons mesmo!
Para mim comer uma colher de Doce de Tomate caseiro é regressar atrás no tempo e recordar tudo isto!


Este foi o Doce de Tomate que utilizei no Cheesecake que publiquei ontem.




Ingredientes:

1 kg de tomate (bem maduro)
700 gr de açúcar branco
1 flor de aniz (aniz estrelado)
1 casca de limão


Preparação:

Lavamos o tomate e retiramos-lhe a pele.
Num tacho largo, colocamos o tomate em pedaços (eu não retiro as sementes), o açúcar, o limão e o aniz.
Quando ferver, reduduz-se o lume e tapa-se o tacho com a tampa, deixando entreaberta.
Dependendo do tipo e qualidade do tomate, pode demorar mais ou menos tempo a ficar o doce pronto. Este que fiz demorou 1h para chegar ao Ponto de Estrada.

Não era muita quantidade, por isso nem utilizei frascos. Coloquei em tigelas pequenas, umas ofereci e outras fomos gastanto cá em casa. Já nem há!



Nota: o Ponto de Estrada é atingido quando colocamos o doce sobre um prato, passamos a colher de pau e este separa-se, ficando uma "estrada/caminho" bem definido.

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Cheesecake com Doce de Tomate - Bimby Thermomix



Já aqui confessei que tenho receio de fazer sobremesas que levem folhas de gelatina, aliás, eu não sou adepta de sobremesas que tenham muitos passos de execução. Gosto que sejam práticas! Mas dizia eu que as folhas de gelatina me assustam, isto porque algumas sobremesas que tentei fazer com este ingrediente ficaram muito más!! Mas aprendi a fazer e acima de tudo a confeccionar as folhas de gelatina e tenho vindo a melhorar :-)

Cá em casa suspiravam desejos de um cheesecake, tanto pediram que eu fiz!! Sou um coração mole :-)



Ingredientes:

Base:

150 gr bolacha torrada
50 gr corn flakes (opcional)
100 gr margarina líquida Vaqueiro


Recheio:

250 gr água
1 saqueta de gelatina de Mirtilo (podem variar o sabor ao vosso gosto)
5 folhas de gelatina (das pequenas)
4 embalagens de queijo fresco de barrar Cool Natural da Queijo Saloio
1 pacote de natas
40 gr açúcar

Doce de Tomate, ou outro a gosto (usei caseiro)




Preparação:

Num tachinho colocamos as folhas de gelatina partidas em pedaços e cobrimos com água.

No copo da Bimby colocamos as bolachas e os corn flakes e tritura-se 5 seg/vel 10
Juntamos a manteiga e bate-se 5 seg/vel 5

Numa forma de aro amovível, usei com 26 cm de diâmetro, colocamos a mistura anterior no fundo. Com a mão ou uma colher, espalhamos e calcamos bem. Reserve no frigorífico.


No copo da Bimby colocamos a água e programamos 5 min/100º/vel 1
Entretanto as folhas de gelatina já deverão estar hidratadas, levamos ao lume, apenas para que dissolvam, não deve ferver. Reserve.

Quando terminar o tempo da Bimby, junta-se a gelatina em pó, o queijo, as natas e o açúcar. Tritura-se tudo por 25 seg/vel 5

Retira-se a forma do frigorífico e deitamos o preparado anterior por cima da bolacha e leva-se ao frigorífico até que fique bem firme. Cerca de 4h.



No momento de servir, ou um pouco antes, colocamos a cobertura, eu tinha Doce de Tomate que fiz e foi o que usei.





Para desenformar, retirei do frigorífico e deixei estar uns minutos antes de abrir a mola da forma.
Ficou impecável, correu bem, pelo menos desta vez :-))







segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Desafio "A Gelateria em sua casa" ♡ Queques de coco recheados com Carte D'Or Creme Caramelo



Aceitei o desafio da Carte D'Or para preparar uma receita que contivesse o meu sabor preferido de gelado Carte D'Or!

A escolha não foi fácil porque a gama de gelados é muito variada e são praticamente todos ao gosto cá em casa. Mas tinha que escolher um e escolhi o Creme Caramelo.


Com as formas dos queques que recebi, fiz isso mesmo: Queques!
Recheados com gelado, porque não??  ;-)




Vamos à receita!


Para 14 queques de Côco:

Ingredientes:

3 ovos
180 gr mel
120 gr de margarina líquida Vaqueiro
200 gr côco ralado
1 colher de chá de canela em pó
40 gr de farinha de arroz Espiga
1 colher de chá de fermento em pó

1 embalagem de gelado Carte D'Or, com o sabor ao vosso gosto. Eu escolhi o Creme Caramelo.



Preparação:

Ligar o forno a 180ºC.

No copo da Bimby juntamos: ovos, mel e margarina. Bate-se 4 min/37ºC/vel 3,5
De seguida colocamos: o côco, a canela, a farinha e o fermento. Mistura-se 10 seg/vel 3

Em formas de queques, colocamos a massa, um pouco acima de metade e leva-se ao forno durante 25 minutos.

Deixe arrefecer totalmente e desenforme.


Corte o topo do queque e reserve a parte de cima.
Na base, coloca-se uma bola de gelado, cobre-se com a parte de cima do queque e saboreia-se :-)



Se forem muito gulosos, experimentem colocar um pouco de topping de caramelo;-)


 


quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Pão de mistura



Hoje é celebrado o Dia Mundial do Pão, bem como o Dia Mundial da Alimentação e imaginem só, até parece que é prospositado, é também o Dia Mundial da Coluna e hoje até fui ao Ortopedista!!

Se antigamente fazer pão era um processo longo e até com um certo ritual, hoje em dia temos outras formas mais rápidas de o fazer. Claro que amassar pão à moda antiga e cozê-lo num forno de lenha é outra qualidade, mas cada um coze e amassa com o que tem e como não tenho (ainda!) forno de lenha cozo no forno elétrico ou na Actifry, como foi o caso deste.



O pão mais escuro é Integral, fiz esta receita, mas só com farinha Integral e o outro a receita é esta:



Ingredientes:

300gr de água
1 colher de chá com sal
30gr de azeite
1 saqueta de fermento seco

250 gr de farinha de centeio
200 gr de farinha de trigo Tipo 65




Preparação:

Bimby Thermomix 

No copo da bimby colocamos a água, o sal, e o azeite.
Programa-se 2 min/37º C/vel 2.
Juntamos de seguida as farinhas e a saqueta do fermento.
Programa-se 6 seg/vel 6 e de seguida 2 min/vel espiga.


Se a massa estiver muito seca, junte mais um pouco de água.
Se pelo contrário ficar muito mole e a pegar-se aos dedos, junte mais farinha. 


Ficou um pão muito macio e fofinho, os miúdos adoraram! 
 

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Ovas cozidas com Arroz de Pimento e Couve - Bom Sucesso



Ovas cá em casa são sempre bem vindas! Seja de pescada ou de bacalhau gostamos muito e como petisco fazendo uma saladinha de ovas é um pitéu.

Para não as fazer sempre acompanhadas de batata e ovo, resolvi variar e fiz um arroz de pimentos.



Ingredientes:

Ovas (escolhi de bacalhau)
1 chávena de chá de arroz agulha Bom Sucesso
2 chávenas de água
sal
1 dente de alho
1 cebola
3 colheres de sopa de azeite
pimento vermelho grelhado (comprei no Aldi)
1/2 couve coração cortada em tiras


Preparação:

Num tacho colocamos as ovas e cobrimos com água.
Temperamos de sal e deixamos cozer em lume brando.
As ovas, tal como a batata, devem ser cozidas logo com a água fria e não devemos colocar no tacho depois da água estar a ferver. Para evitar que rebente.

Para o arroz, como fiz frito, coloquei logo a água a ferver a parte.
Fazemos um refogado com o azeite, a couve, a cebola e o alho picados. Juntamos o arroz e envolvemos bem, deixamos fritar até o grão do arroz começar a ficar branquinho. Adicionamos a água quente, temperamos com o sal e juntamos o pimento vermelho. Deixamos cozer em lume brando.


No final servimos o arroz com as ovas.





terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Esparguete cremoso de frango



Todos temos dias em que o tempo não estica! Entre actividades escolares, emprego, tarefas domésticas, e tudo o resto, pois parece que é sempre em dias mais atarefados que me esqueço de destinar o jantar, nem imaginam o que isto me enerva!!

Foi num desses dias que tive que fazer o jantar com aquilo que havia e afinal até havia muita coisa no frigorífico! Se temos massa, sobras e um pacote de natas, estamos safos :-)



Ingredientes:

azeite
2 dentes de alho
1 peito de frango cozido
4 cogumelos frescos
1/2 lata de milho
massa (escolhi esparguete)
1 pacote de natas de soja



Preparação:

Numa panela colocamos água e sal. Quando começar a ferver juntamos a massa e deixamos cozer o tempo indicado na embalagem.

Numa frigideira, deitamos o azeite e o alho picado, juntamso os cogumelos e deixamos fritar.
Juntamos o frango cortado em tiras e o milho e envolvemos bem. Junta-se as natas, encorpora-se bem e deixa-se começar a ferver.
Desliga-se o lume e junta-se a massa já cozida. Envolve-se bem e servimos.

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Wraps de Salmão fumado e requeijão do campo Saloio



Um almoço só para mim e para o meu marido, porque para os miúdos fiz uma omelete simples para eles enrolarem no Wrap.

Diz-se que o Salmão fumado da Irlanda e da Escócia são superiores ao da Noruega, no preço pelo menos são! Em termos de sabor este último é mais suave e eu costumo comprar no Ikea ou no Pingo Doce. mas é uma questão de se provar para saber qual gostamos mais, há quem não aprecie mesmo.



Ingredientes:

1 requeijão do campo Saloio
Tortilhas ou Wraps (1 a 2 por pessoa)
1 embalgem de salmão fumado da Noruega
Cebolinho q.p.
sumo de 1 limão e raspa
pimenta preta em grão q.b.
mostarda em grão q.b.
ovo cozido e alface para acompanhar


Preparação:

Separa-se os filetes do salmão num prato. Tempera-se com o sumo de limão e reserva-se no frio.

Num almofariz esmagamos os grãos de pimenta e da mostarda. As quantidades são ao vosso gosto.
Num robot de cozinha ou com um garfo, eu usei a minha Quick Chef, colocamos o requeijão e a raspa do limão, misturei bem com o utensílio das lâminas. Juntei o cebolinho picado e os grãos de pimenta e mostarda já esmagados, e voltei e misturar.

Por cada wrap barramos com a pasta do requeijão, colocamos a alface e o salmão.
Enrolamos e servimos acompanhado com a alface e o ovo cozido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...