quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Ervilhas com Ovos escalfados e Arroz



Quando eu era miúda detestava Ervilhas com Ovos escalfados, aliás, eu detestava ervilhas! Quando o meu avô chegava a casa com sacas de ervilhas para "debulhar" eu até gostava muito de o fazer, mas comê-las era outra conversa!

Só mais tarde, já na adolescência, é que comecei a comer ervilhas e desde então este género de refeição é algo que gosto muito de saborear. Agora quem não gosta de ervilhas sãos os meus filhos!

Estas ervilhas chegaram até mim pelas mãos de uma vizinha, ainda no Verão. Retirei-lhes a casca,  rejeitei as que tinham bichinhos e congelei-as em Tupperwares (como mostrei aqui).




Ingredientes:

200 gr de Ervilhas
1/2 chouriço corrente
1 cebola
1 dente de alho
2 tomates maduros
contros q.b.
azeite q.b.
2 ovos
sal q.b.

para o arroz:

2 medidas de água
1 medida de arroz Carolino Bom Sucesso
1 colher de sopa de manteiga/margarina/azeite
sal q.b.



Preparação:

Num tacho colocamos, o azeite, a cebola e o alho picados. Deixamos refogar e juntamos o tomate sem pele e cortado em pedaços. Deixa-se cozinhar.
Adicionamos o chouriço em rodelas e as ervilhas, deitamos um copo de água, ou de vinho branco. Tempera-se de sal e deixa-se cozinhar uns 20 minutos.

Faz-se o arroz: Num tachinho, coloca-se a água, o sal e a gordura.
Quando começar a ferver, juntamos o arroz e deixamos cozer em lume brando, com o tacho tapado, durante mais ou menos 10 minutos.

 
Quando as ervilhas estiverem cozidas, juntamos os ovos, tapamos o tacho e deixamos cozinhar mais 7 minutos.



Serve-se acompanhado com o arroz e um pouco de pimenta por cima do ovo. Eu gosto da gema do ovo mal cozida, se preferirem deixem cozer mais.


 

Esta receita foi elaborada com Arroz Carolino, Bom Sucesso. O qual agradeço à Orivárzea, pela confiança e pelos produtos de qualidade.



quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

Bifinhos de frango com molho de mostarda e massa picante



Esta refeição fiz para mim e para o meu marido, pois os miúdos não gostam, nem eu dou, de picante.
Eu que até gosto de um toque mais quente de piri-piri, devo confessor que estes pequenos me deixaram de lágrimas nos olhos!!!



Ingredientes:

3 bifes de frango cortados em tiras
sal q.b.
1 folha de louro
1 dente de alho
azeite q.b.

1 colher de sopa de mostarda
1/2 pacote de natas de soja

Massa a gosto (usei esparguete)
1 piri-piri





Preparação:

Numa panela com água, colocamos a massa a cozer com o piri-piri.

Numa frigideira deitamos o azeite, o alho laminado e o louro. Deixamos o alho estalar um pouco e juntamos as tiras do frango. Quando estiverem selados, retiramos para um prato e juntamos ao molho a mostarda e as natas. Mexemos bem para engrossar e até que o molho fique homogéneo. Juntamos o frango ao molho e deixamos acabar de cozinhar.

Retiramos a massa da água, servimos num prato com o frango por cima.
Se quiser pode decorar com piri-piris :-)







quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Maçã assada



Maçã assada é daquelas sobremesas que podemos sempre variar um pouco, alternando a especiaria doce que lhe colocamos ficam sempre diferentes e no fundo são sempre uma singela maçã assada!

É uma sobremesa que costumo servir se não tenho muito tempo para a preparar, pois não requer grandes preparos e aproveito sempre que tenho o forno ligado para as assar.

Também é uma sobremesa que costumo mandar para o meu filho, pois ele leva para o colégio almoço de casa, coloco num tupperware e já está!



A receita desta vez veio da Teleculinária n.º 1854 e é assim:


Ingredientes:

4 maçãs reinetas (maduras)
100 gr de açúcar - usei mascavado
2 dl de vinho do Porto
4 paus de canela
canela em pó q.b.



Preparação:

Ligue o forno a 180.C.

Lave e arranje a maçã, retirando o caroço, uso um descaroçador.

Coloque as maçãs numa travessa de forno, ou nuns ramequins e regue com o vinho do Porto e polvilhe com o açúcar e a canela.

No centro de cada maçã coloque um pau de canela.
Leve a forno a cozer durante 20 minutos, eu deixo um pouco mais para ficarem bem macias.

terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Pão de passas e sementes



Tenho usado muito a minha Máquina do Pão (MFP) qualquer dia ainda reclama comigo!

Onde morávamos antigamente bastava descer as escadas e estava rodeada de cafés e mercearias que vendiam pão, nunca nessa altura julgueiq ue ía fazer pão em casa!! Só comprei a minha MFP quando mudámos para a nossa casa actual, na nossa rua não há cafés, nem mercearias, por aqui é só casas, terrenos, canaviais e cavalos :-) Nem fazia sentido comprar a máquina se não a ía utilizar. O factor que me motiva mais a fazer aqui o pão, ou só amassar a massa e depois cozer no forno, é o facto de poder escolher os ingredientes que coloco no meu pão, acho que isso é importante, pois temos uma ideia da quantidade de sal que colocamos, de gordura, açúcares, etc.






 As farinhas, o farelo e as sementes já se encontram facilmente nos hipermercados.
 


Ingredientes:

450ml de água morna
2 colheres de chá de fermento granulado (Fermipan)
1 colher (sopa) de açúcar
300g de farinha de trigo T65
200g de farinha de trigo integral
50g de farelo de trigo
2 colheres de chá de sal fino
25 g de passas de uva + 25 g de bagas Goji
100 gr de mistura de sementes (usei linhaça, flocos de aveia)



Preparação:

Na cuba da máquina do pão, colocamos os ingredientes pela ordem que está indicada, à excepção das bagas e das sementes.

Seleccionamos o programa Básico ou o I, varia conforme as marcas. Após o sinal sonoro, adicionamos as bagas e as sementes.
 

segunda-feira, 17 de Novembro de 2014

Bacalhau cozido com Molho à Espanhola



Um Bacalhau cozido, com grão, bróculos, batatas e camarões e para variar no tempero servi com molho à Espanhola.

É sempre uma ginástica mental que fazemos para não servir sempre as mesmas refeições, da mesma forma, com a mesma apresentação e com o mesmo tempero. Podemos sempre variar, só temos é que nos lembrar e por vezes arriscar um bocadinho e dasafiar o paladar de quem está sentado à mesa à espera da refeição!

Foi o caso desta refeição, é um bacalhau cozido com grão, muito normal! Apenas adicionei uns camarões que escaldei na água do bacalhau e em vez do azeite temperou-se com molho à Espanhola.


Ingredientes:

2 postas altas de bacalhau (usei graúdo)
2 batatas
cerca de 10 camarões (usei congelados)
1 lata de grão cozido
1 ramo de bróculos

para o molho à Espanhola:

1 dente de alho picado
1 cebola pequena picada
5 ramos de salsa picados
1 colher de café de pimentão doce em pó
azeite q.b.
vinagre q.b.


Preparação:

Num tacho cozemos o bacalhau e quase no fim do tempo, adicionamos os camarões para cozerem uns 3 minutos.
Numa panela à parte, coze-se as batatas e os bróculos. Depois de cozidos, adiciono o grão para que fique quente.

Para o molho, colocamos numa molheira ou numa tacinha, todos os ingredientes e mexemos bem.
Convém provar para verificar os temperos. Há que junte um pouco de sal eu não coloquei.

Serve-se com o bacalhau desfiado, as batatas cortadas, bem como os bróculos e tudo temperado com o molho.

Só faltou os ovos cozidos, eu não tinha porque as galinhas estão em repouso :-) 


quarta-feira, 12 de Novembro de 2014

Sopa de Curgette e Coentros








Sopinha para o jantar! Chega o Inverno e a sopa regressa em força!

Faço 1 ou 2 sopas por semana, depende dos apetites de cada um. Regra geral faço ao Domingo e chega para durante a semana, o Pedro leva para o almoço no colégio e ainda dá para os jantares.
Dou preferência às sopas passadas e cremosas, porque são mais práticas de preparar. às vezes cozo na Bimby com alguns legumes na Varoma que depois adiciono ao creme.

Para esta sopa, que foi de Curgette e Coentros, fiz pouca quantidade e não fiz na Bimby.
Para mim, porque os restantes não apreciam, coloquei umas sementes de girassol e abóbora, às vezes coloco queijo como esta de Espinafres que já publiquei.


Ingredientes:

1 cebola
1 xuxu
1 curgette grande (com casca)
5 pés de coentros frescos (se usarem de comprar, coloquem mais quantidade, porque são mais fininhos)
1 cenoura grande
2 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de sal grosso


Preparação:

Colocamos ao lume, uma panela com água a ferver.

Lavamos os legumes e cortamos em cubos. Os alhos e os coentros coloco inteiros.
Coze tudo em lume alto, com a panela meia tapada, durante 25 minutos.

No final tritura-se tudo.
Servi a minha sopa polvilhada com algumas sementes de abóbora e girassol.





quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

Pizza de Petingas das Conservas Luças



As únicas conservas que costumo comprar são as de Atum e normalmente compro ao natural. Nunca arrisquei comprar de outro género porque tinha receio de não gostar.

Quando recebi as lindas latinhas das Conservas Luças, de Petingas, estava curiosa e desejosa de as provar!! Já nem podia ouvir mais o meu marido a perguntar quando é que abria as latas!!

Pois foi no dia que fiz as Broas D'Avó e aproveitei que o forno ía estar ligado e fiz uma Pizza de Petingas, que boa ficou!!



Vamos à receita!


Ingredientes:

para a massa:

50 gr azeite
50 gr banha
100 gr água
1/2 saqueta de fermento (6 gr)
1 colher chá de sal
1/2 colher chá de açúcar
300 gr farinha T65

recheio:

2 dentes de alho
1/2 pimento verde
2 latas de Petingas em Azeite de Oliveira e Tomate, da Conservas Luças
azeite q.b.
1 ramo de alecrim
flor de sal q.b.

No copo da Bimby coloquei todos os ingredientes, excepto a farinha e programei  1,30 min/37ºC/vel 1
Adicionei a farinha, fecho o copo e programo 2 min/ vel Espiga.
Retiro a massa e deixo que descanse por 10 minutos.



Num tabuleiro raso, com uma folha de papel vegetal (ou silicone), coloco a massa. Unto as mãos com azeite e com os dedos estico a massa.
Pica-se com um garfo.



Por cima da massa, coloco os alhos esmagados num "Esmagador de Alhos".
Espalho rodelas do pimento. Disponho as petingas, bem como o tempero que trazem.



Salpico com as folhas de Alecrim, umas pedrinhas de flor de sal e azeite em fio.
Segue para o forno até estar dourada.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...